Corrente do Bem

Corrente do Bem
Premiação de 2 quadros - Adquira a Rifa e concorra!

Obra: Transcendência
De Gabriel Prado

Gabriel Prado é um Multi – Artista, ilustrador, grafiteiro e artista plástico. Suas obras autorais passeiam com maestria por diversos estilos, dentre eles o Surrealismo, Portrait, Colorido, Black and Gray, Black Work, Neo Tribal, geométrico e Pontilhismo. Estilos esses que renderam premiações em grandes convenções de tattoo.

Seu estilo único e eclético é carregado de emoção e simbolismo, figuras e mensagens inspiradoras explorando a expressão da personalidade humana em desconstrução.

Nessa obra, Gabriel retrata um ser pleno, transmutado e em sintonia com as dimensões, revelando seu interior a simbólica flor de vida, símbolo da criação, inspirado na Geometria Sagrada.

Descrição:

Obra: Transcendência
Tamanho: 70 cm x 100cm
Técnica: Óleo e spray sobre tela e colagem.

Conceito: Transcendência

Inspiração: O processo de meditação promove um estado de conexão com a essência interior que amplia a percepção da realidade, experienciando a expansão da consciência, liberando o ser da ilusão do sofrimento. Uma tecnologia humana ancestral, uma ferramenta poderosa para nos auxiliar na vida moderna, tão conturbada pela quantidade de informações, sensações que nos influenciam e nos separam da nossa real essência.

Mensagem da Tela: Transcender a personalidade, transmutar as camadas que nos aprisionam e acessar a essência da criação que habita no interior do ser.

Obra: O Pajé
De Marcos Alves

Marcos Alves é um artista múltiplo com 11 anos de atuação. É ilustrador, tatuador, cria quadros e obras se utilizando de técnicas mistas, assim desenvolvendo, de forma muito eclética e dinâmica sua arte autoral. Embora tenha uma vasta experiência em técnicas, estilos, vertentes, ele busca não se definir em apenas um segmento.

Atualmente Marcos é artista residente no espaço Umundo Tattoo Glória, onde atua como tatuador e também tem algumas de suas telas em exposição na Galeria Umundo.

A Obra de Marcos retrata a imagem do Pajé, figura de conexão entre o conhecimento ancestral e a espiritualidade nativa.

Descrição:

Obra: O Pajé 

Tamanho: 70 cm x 100cm

Técnica: Acrílica

Conceito: Resistência e Sabedoria 

Inspiração: As pinturas corporais são fontes de identificação dos povos indígenas. 

A tribo kurã bakairi acredita que o corpo é uma tela humana que expõe a beleza de uma pintura bem desenhada, além de ser considerada proteção do corpo. A árvore da vida no centro da mente representa vitalidade, força e capacidade de vencer desafios.

Mensagem da Tela: “A sociedade precisa entender que não somos o Sal da Terra. Temos que abandonar o antropocentrismo; há muita vida além da gente, não fazemos falta na biodiversidade. Pelo contrário.” Ailton Krenak, ambientalista, ativista e líder indígena.

WhatsApp chat